Blog

Rally Dakkar 2020: saiba como foi a participação brasileira


rally dakar

A 42ª edição do Rally Dakar aconteceu entre os dias 04/01 a 17/01 de 2020 e foi disputada pela primeira vez na Arábia Saudita, com um percurso total de 7.500 Km e cinco categorias. De 2009 a 2019 essa prova foi realizada na América do Sul, mas, por motivos de segurança, em 2008 foi cancelada.

Lembrando que essa competição começou em dezembro de 1978 e, devido aos países em que era feita a sua rota, tinha o nome de Paris Dakar. Depois de refrescarmos a memória, voltemos para 2020. Neste artigo, vamos contar o que aconteceu com os brasileiros neste ano.

Rally dakar com roteiro em terras sauditas

A visibilidade do rally dakar desperta a curiosidade tanto das equipes que pretendem competir quanto de pessoas do mal, como o caso dos grupos terroristas que aproveitam o momento para praticarem seus ataques com uso de violência física e psicológica.

Para fugir desses grupos criminosos a organização do rally dakar altera os locais das suas provas. Em 2020, o roteiro escolhido foi em terras sauditas. A largada aconteceu em Jeddah e o término em Qiddiya. Os pilotos encontraram nesta região de deserto muita areia, dunas e cânions. Isso tudo com temperaturas que alteram do frio intenso para o calor.

Tímida participação de equipes brasileiras

Podemos dizer que a participação brasileira do rally dakar 2020 foi bem tímida. Fomos representados por apenas três competidores. Nas motos, foi o Lincoln Berrocal, que digamos de passagem, pela sua idade, fez muito bonito. Nos veículos, tivemos a dupla Reinaldo Varela como piloto e Gustavo Gugelmin, na função de navegador.

Reinaldo e Gustavo, conduzindo um UTV, terminaram a prova em 9º lugar, ou seja, ficaram no top 10 dessa competição. Esses dois foram campeões em 2018. Já o Lincoln deixou muita gente nova para trás na sua moto KTM 450.

Lincoln Berrocal, brasileiro que provou que idade não é limite

Esse paranaense de 61 anos demonstrou nesta edição do rally dakar que desde que estejamos preparados, a idade não é e não deve ser limite para lutarmos pelos nossos sonhos. Arrancando do 96º lugar chegou em 67º. Essa foi a segunda participação do atleta amador e empresário.

Bastante emocionado no final da prova, Lincoln agradeceu a confiança dos seus patrocinadores e confessou que não imaginava que encontraria tantas dificuldades no Oriente Médio. Relatou ainda que até nos últimos quilômetros sentia que corria o risco de não completar o evento em razão da complexidade dos percursos.

Honda domina o pódio na categoria motos

Na categoria das motos, quem dominou o pódio foi a Honda, já que contou com campeões no top 10. Com isso, a japonesa quebrou o encanto da holandesa KTM que vencia desde 2001. No resultado geral, o primeiro lugar foi o americano Ricky Brabec, em quarto lugar foi o chileno José Ignacio Cornejo e, o espanhol Joan Barreda em sétimo.

O importante para nós no rally dakar 2020 é que todos os brasileiros completaram essa dura prova e voltaram sãos e salvos. Seja na moto ou na UTV, os nossos compatriotas, certamente, trouxeram em suas bagagens vivências e emoções que somente um evento dessa amplitude pode proporcionar para os seus participantes. Terminamos por aqui e que venha 2021!

O que acha de ficar por dentro de tudo o que ocorre no mundo das motos? Assine a nossa newsletter!

Compartilhe:

Tem interesse em uma honda?

Preencha o formulário abaixo:

    Modelos em destaque

    Copyright © 2020 - Mastter Moto

    Desenvolvido por UM Agência